sexta-feira, 18 de setembro de 2009

CRU, BEM CRU - POA EM CENA

Cru, espetáculo da Cia Teatral Atores Reunidos, de Caxias do Sul, idealizado, dirigido e muitas outras coisas por Raulino Prezzi.
Minha sugestão é colocar novamente no fogo. Tem que cozinhar mais. Está demasiadamente cru pra gente saborear. Dramaturgia fraquíssima, atuação fraquíssima. Atores despreparados para realizarem as tarefas exigidas pelo diretor e pelo espetáculo.
A peça é moralista. Pretende ser provocativa e é cheia de pudor. Amadora e quase adolescente nas suas propostas.
M.F.

6 comentários:

diretor disse...

Olá, sou ator deste espetáculo e gostaria de saber quem escreveu esse comentário extremamente pessoal sobre o espetáculo?
A peça pode ter problemas, dificuldades, fraquezas... Mas parece que ela contagiou sua forma de escrever também, por que essa pseudo-crítica tbm precisa voltar ao fogo, cozinhar mto mais para nós ARTISTAS podermos contar com esse tipo de feedback para amadurecermos nossos trabalhos. E o que encontramos? Deboche, sarcasmo, infantilidade...
Quer criticar? Aponte as falhas e sugira formas de melhora-la.
Se ser critico de teatro é fazer isso que vc fez, gente... Dá pra entender pq não é mais necessário diploma na profissão de jornalistas.

Espero uma resposta.
Abraços

lucas_xv disse...

este não é um blog de crítica teatral, e sim, impressões e pensamentos de um artista. Não o defendo, nem te defendo, apenas acho que a liberdade do comentário deve existir sempre, e se tu te consideras mesmo "ator" deve(ria) estar pronto para tal.
se tu quer saber quem eu sou, antes de sair disparando tuas ofensas, eu jantei com teu grupo após a apresentação e sou amigo pessoal da Ana Fuchs.
E mais uma, deixemos os jornalistas nos jornais e nas assessorias de imprensa, por favor.
Dica pra ti, teatropoa.blogspot lá a pessoa dispõe-se a fazer "crítica"

diretor disse...

Sr. Lucas, M. Fortuna... Esqueci de me identificar: Marcio Ramos, 25 anos.
E é isso aí, LIBERDADE DE EXPRESSAO SEMPRE - pra ti (amigo pessoal de Ana Fuchs) e pra mim ("ator" que dispara ofensas).
E assim seguimos Felizes para Sempre!

leandro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
leandro disse...

amigo pessoal??????hahahahaa...essa é muito boa...o que tu consideras PESSOAL?ah...Deve ser aquilo que não é virtual,nem animal, nem vegetal, né?hhahahaha...de quem mais tu é amigo pessoal?mas só vale se for pessoal...

Modesto Fortuna disse...

Oi,roberto... li tua crítica no blog e concordo com tudo,absolutamente tudo o que tu escreveu a respeito do cru.
Encaminhei pro pessoal do grupo para eles terem uma idéia da imagem que passamos no POA em Cena.Nada do que tu escreveu é surpresa pra mim, e por isso não indiquei a peça pra ninguém...

Obrigada, de verdade. Agora, talvez, caia a ficha nas pessoas que estavam deslumbradas com essa idéia e apostaram num devaneio que jamais teve a ver com a história ou com a estética do grupo, mas apenas com uma briga de egos entre duas formas de direção.

Abraços,

Tefa.